logo IMeN

Bioimpedância - Conceitos Básicos

Consiste na passagem de corrente elétrica de baixa intensidade (500 a 800 µÄ) e de alta freqüência (50 kHz) por um condutor, no caso o corpo humano. A impedância é justamente a medida da resistência desse condutor à passagem da corrente, expressa pela raiz quadrada da soma dos quadrados da resistência e da reactância associadas ao circuito.
A Impedância bioelétrica ou "bioimpedância" é um método não-invasivo e rápido de análise dos
compartimentos corporais, especialmente massa magra e massa gordurosa
Em humanos, a reactância é um indicador da massa corpórea magra e intracelular.
Os tecidos magros são altamente condutores de corrente elétrica, por conterem grande quantidade de água e eletrólitos ( apresentando baixa resistência). Os tecidos gordurosos e os ossos são pobres condutores e oferecem maior resistência elétrica.
A maneira mais adequada de realizar a medição é com o paciente deitado, com os membros afastados uns dos outros. Dois eletrodos devem ser posicionados no punho e dois no tornozelo, em um dos lados do corpo. A corrente elétrica, nesse momento, é aplicada e a queda da voltagem é detectada por um aparelho chamado pletismógrafo.
Como as medidas dos compartimentos corpóreos estão sempre relacionadas entre si , a bioimpedância torna-se um método de mensuração da massa magra e da água intra e extracelular .

Coppini LZ, Waitzberg DL. Impedância bioelétrica. In: Waitzberg DL. Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica, 3a edição. São Paulo: Atheneu, 2000. p. 295-304.

trans 
Get Adobe Flash player

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br