logo IMeN

Cerveja, os passos que fornecem os melhores goles

Maltagem
A mescla de diversos grãos, predominando a cevada, é molhada, liberando os açúcares. Após aquecimento, por alguns dias, formam o malte que é secado em fornos.
Moagem
Processo que promove a quebra dos grãos, liberando os açucares, a torra dos grão promove a produção de cervejas escuras (grãos bem torrados) e cerveja clara (grãos pouco torrados).
Brassagem
Os grãos maltados são mergulhados em água quente, produzindo um liquido doce denominado mosto. Nesse processo, os amidos dos grãos são convertidos em açúcar.
Fervura
Ao mosto fervido é adicionado lúpulo. O processo de fervura leva a esterilização do mosto liberando aromas e amargor.
Fermentação
O mosto, coado e resfriado, é levado aos recipientes de fermentação as leveduras são adicionadas e os açucares se transformam em álcool.
Maturação
Em recipientes especiais, o liquido é maturado, melhorando aromas e sabores.

Fontes
O grande livro das cervejas, ed. Publifolha
www.nutricaoclinica.com.br, acesso em 20/02/2015

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br